Amor em ações


“E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios.” Marcos 12:33

“Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu como pode amar a Deus, a quem não viu?” 1 João 4:20
“Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros.” 1Jo 4:11

Os mandamentos de Deus se resumem em apenas dois: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo. Quando amamos a Deus, conhecemos a sua vontade e vivemos nela. Percebemos o quão grandioso é a Sua bondade e amor para conosco. Experimentamos as suas bênçãos e vivenciamos a verdadeira paz. Mesmo que venhamos a passar por grandes dificuldades, Deus se fará presente e nos fortalecerá por meio da fé. Eis o primeiro e grande mandamento. Há alguma dificuldade em amar o próximo? Se verdadeiramente entendermos com amor a vontade de Deus, com amor amaremos nosso irmão. Não adianta reclamarmos da pessoa que mata, rouba, mente, adultera ou faz coisas semelhantes a essas, se não reservarmos um tempo para orar por ela e amar como Deus amou. É fácil amar quem nos faz o bem. Mas será se realmente oramos com um coração cheio de amor por quem nos faz o mal?
Precisamos, portanto, viver esse mandamento na íntegra e pedir a Deus que nos ajude nas dificuldades que temos em cumpri-los. 
Que Deus continue nos abençoando na sua infinita graça. Amém.
Por: Magali Bonfim

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Orgulho? de quê?